Tratamentos de pacientes com câncer podem custar mil vezes mais que estratégias de prevenção

Prevenção pode ser a solução para diminuição dos custos com tratamentos

Tratamentos de pacientes com câncer podem custar mil vezes mais que estratégias de prevenção

A melhor forma de tratar uma doença é pela prevenção. Reconhecida pela Organização Mundial de Saúde, a detecção precoce do câncer é feita com a abordagem de pessoas que se enquadrem no grupo de risco e o rastreamento da base populacional é feita com a aplicação de exames na população assintomática para identificar possíveis indícios como lesões que coloquem a pessoa no grupo de risco.

No II Congresso Todos Juntos Contra o Câncer, os especialistas demonstram que essa detecção precoce reduz a incidência de câncer, e por consequência, a mortalidade por essa doença, o que levaria a uma redução de custos nas áreas de tratamento, reabilitação e cuidados paliativos.

Os custos para o tratamento são muito mais onerosos do que a prevenção. Por exemplo, o valor gasto no tratamento de apenas 1 caso de mama em estágio avançado é semelhante ao custo de 1000 rastreamentos mamográficos em mulheres no climatério.

Os dados abaixo são do National Institutes of Health (NIH) e mostram a diferença financeira entre a prevenção e o tratamento.

Tratamento Triagem
Câncer Colorretal 8.4 bilhões 30 mil dólares
Câncer de Mama 7 bilhões 36,924 mil dólares

Esses números são a prova de que prevenir é a melhor forma de tratar. Em São Paulo, são diagnosticados cerca de 40 mil casos de câncer por ano, sendo a segunda causa de morte na cidade. Além de diminuir os índices de mortalidade, os custos do SUS poderiam cair razoavelmente.

Fonte: Instituto Lado a Lado Pela Vida

Visite nosso site www.farmasupply.com.br, siga-nós também no Twitter e curta a nossa página no Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *