Tag Archives: viaje tranquilo para areas com casos de malaria

Nova Combinação de Medicamentos Para Malária Traz Boas Notícias Para Viajantes Internacionais.

Farma Supply

Publicado por Farma Supply. Fonte: http://www.bibliomed.com.br/news/index/950/browse/nova-combinacao-de-medicamentos-para-malaria-traz-boas-noticias-para-viajantes-internacionais.html

WESTPORT, CT (Reuters Health) – Um novo medicamento para malária que combina atovaquone e proguanil em um único comprimido oral é pelo menos tão eficiente quanto, e melhor tolerado, que os agentes quimioprofiláticos padronizados em viajantes internacionais não imunizados, de acordo com um artigo publicado na The Lancet.

O Dr. Birthe Hogh, do Intenational Travel Vaccination Centre em Copenhagen, Dinamarca, e colaboradores compararam dois protocolos combinados em mais de 1000 indivíduos não vacinados que estavam viajando para áreas onde a malária é endêmica. Os participantes foram selecionados aleatoriamente para receber Malarone (250mg de atovaquone e 100mg de proguanil) mais dois comprimidos de placebo, ou um comprimido de 250mg de cloroquina mais 100mg de proguanil mais um placebo.

“A eficácia mínima da quimioprofilaxia foi mais alta para a combinação atovaquone-proguanil do que para a combinação cloroquina-proguanil,” dizem os pesquisadores. Além disto, mesmo as duas combinações sendo “igualmente toleradas”, os pacientes em uso de atovaquone-proguanil experimentaram significativamente menos efeitos colaterais gastrointestinais e significativamente menos efeitos colaterais que foram considerados moderados ou graves.

O melhor perfil de segurança da atovaquone-proguanil levou a menos interrupções no tratamento, um fator contribuinte importante para a falência do tratamento. Especificamente, apenas um paciente suspendeu o uso de atovaquone-proguanil devido a efeitos colaterais comparados a 10 pacientes em uso de cloroquina mais proguanil.

O Dr. Hogh e associados advertem que para viajantes com exposição intensa aos parasitas da malária que não o Plasmodium falciparum, como o P. vivax ou P. ovale, nenhuma das duas combinações testadas poderia ser totalmente protetora contra a infecção pela malária. Nestas populações, os autores recomendam tratamento adicional com primaquina.

Em um editorial relacionado, o Dr. François Nosten, do Shoklo Malaria Research Unit em Tak, Tailândia, observa que questões a respeito da seleção de cepas resistentes de P. falciparum deveriam limitar o uso de Malarone em áreas endêmicas de malária.

“Medicamentos antimaláricos novos, seguros e eficientes provavelmente não poderão ser desenvolvidos em um futuro próximo, então o Malarone deve ser protegido,” explica. Ele acrescenta que apesar do desenvolvimento desta nova combinação parecer ser uma boa notícia para viajantes internacionais, ele não oferecerá muito para os indivíduos que moram em áreas do mundo onde a malária é endêmica.

Para ler mais notícias sobre Medicamentos, clique em blog.farmasupply.com.br. Visite nosso site www.farmasupply.com.br, siga-nós também no Twitter e curta a nossa página no Facebook.