Tag Archives: câncer de próstata

Acompanhamento do PSA durante e após o Tratamento

Câncer-de-próstata-atinge-um-a-cada-seis-homens-no-Brasil

O nível do antígeno prostático específico (PSA) é muitas vezes um bom indicador da eficácia do tratamento. De modo geral, o PSA deve permanecer baixo após o tratamento. Mas os resultados do PSA nem sempre se mantém, e às vezes os médicos não tem certeza do que eles significam.

Antes de iniciar o tratamento, você pode perguntar ao seu médico o que ele espera do nível do PSA durante e após o tratamento, e o que seria um nível adequado ou preocupante. Mas, é importante saber que o nível do PSA é apenas uma parte do quadro geral. Outros fatores também são importantes para determinar a presença (ou não) da doença ou se o tumor voltou a crescer.

Tratamento Radioterápico do Câncer de Próstata

tipos-de-tratamento-para-cancer-de-prostata

O tratamento radioterápico utiliza radiações ionizantes para destruir ou inibir o crescimento das células cancerosas que formam um tumor. Existem vários tipos de radiação, porém as mais utilizadas são as eletromagnéticas (Raios X ou Raios gama) e os elétrons (disponíveis em aceleradores lineares de alta energia). A radioterapia pode ser realizada tanto com feixes de radiação externos, ou com irradiação interna, denominada braquiterapia.

Tratamento Quimioterápico do Câncer de Próstata

ng4631536

Quimioterapia é o tratamento com medicamentos para destruir o câncer, administrados por via intravenosa (injeção numa veia) ou por via oral. A quimioterapia sistêmica é administrada na corrente sanguínea para poder atingir as células cancerígenas em todo o corpo.

Especialista fala sobre a importância da prevenção no combate ao câncer de próstata

Exames são indispensáveis para o diagnóstico precoce da doença, que não apresenta sintomas em seu estágio inicial

Em entrevista especial para o programa Bem da Terra, da Band, o oncologista Ricardo Caponero falou sobre a importância dos cuidados com a saúde masculina e tirou dúvidas em relação ao câncer de próstata.

Entenda o câncer de próstata

radioterapia-cancer-prostata-2

A próstata é uma glândula que só o homem possui e que se localiza na parte baixa do abdômen. Ela é um órgão muito pequeno, tem a forma de maçã e se situa logo abaixo da bexiga e à frente do reto. A próstata envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina armazenada na bexiga é eliminada. A próstata produz parte do sêmen, líquido espesso que contém os espermatozóides, liberado durante o ato sexual.

Existem cinco tipos de câncer de próstata, descobrem cientistas

Cientistas britânicos afirmam que existem cinco tipos diferentes de câncer de próstata. Eles também descobriram como fazer a distinção entre eles.

prevenir_cncer_de_prstata_1

A constatação, feita por equipe do Cancer Research UK e do Hospital de Addenbrooke, pode ter impacto sobre os tratamentos desses tumores no futuro, já que ajuda a identificar aqueles mais propensos a crescer e se espalhar pelo corpo. O que pode ser fundamental para evitar terapias e cirurgias desnecessárias.

Saiba mais sobre o câncer de próstata

O câncer de próstata é o 2° tipo de câncer mais comum no Brasil e estimativas indicam que em 2015 60 mil homens terão a doença.

Saiba mais sobre o câncer de próstata

Mais comum a partir dos 50 anos, o câncer de próstata também pode acontecer com pacientes mais jovens, entre 40 e 45 anos que tenham histórico familiar desta doença.

Pacientes de câncer estão vivendo mais tempo

shutterstock_174202361

Pessoas que têm câncer de mama ou de próstata no Brasil estão vivendo mais tempo. A informação está em um estudo publicado pela revista de saúde inglesa, The Lancet. Este estudo aponta que no Brasil, entre 2000 e 2005, a chamada taxa de sobrevivência para câncer de mama aumentou de 78% para 87% e no caso de câncer de próstata, o aumento foi ainda maior, chegando a 96% desobrevivência. Ou seja, as pessoas estão vivendo mais tempo, embora não fique, curadas.

No caso do câncer de mama, o tempo de vida aumentou porque houve redução no número de mortes que acontecem depois das cirurgias. No caso do câncer de próstata, as pessoas estão vivendo mais tempo porque aumentou a quantidade de exames que fazem o diagnóstico da doença. A assessora técnica da Secretaria de Atenção à Saúde, Maria inêz Gadelha, acredita que a pesquisa mostra que as politicas públicas de saúde no Brasil estão no caminho certo. “Quando uma revista da credibilidade do Lancet, da abrangência que ela tem e em um estudo tão amplo comparativo entre países chega a dizer que o Brasil está pareado com países mais desenvolvidos, realmente dá animo ver que as nossas politicas públicas estão tendo um resultado favorável”.

A assessora técnica da secretaria de atenção à saúde, Maria inêz Gadelha, aproveita para lembrar que os hábitos de vida saudáveis são a melhor forma de prevenção ao câncer de mama e de próstata. “Das primeiras iniciativas é o auto cuidado, é a promoção da saúde. É comer adequadamente, é não fumar, não ser sedentário, fazer algum tipo de atividade física, porque esses tumores, principalmente os de mama e os de próstata, são muito ligados a obesidade, a produção interna de hormônios sexuais. Os hormônios do sexo feminino que são os estrogênios e o do homem que é a testosterona”.

A auxiliar administrativa de 35 anos, Lucineide dos Santos, descobriu em 2009 que tinha câncer de mama. Lucineide fez todo o tratamento pelo Sc. Ela conta que foi importante identificar o tumor logo no começo da doença. “Eu fui fazer o auto-exame, percebi um nódulo na mama, fiz cirurgia na rede pública, tirei toda a mama, fui chamada para fazer a reconstrução. Eu fiquei em estado de choque quando eu descobri, passado esse estado de choque eu fui a luta, fui fazer meu tratamento que eu tinha que realmente fazer. É muito importante a prevenção. O quanto antes melhor descobrir. Estou mais tranquila, graças a Deus”.

 Em três anos, o investimento do Ministério da Saúde no diagnóstico e tratamento do câncer cresceu cerca de 40%, o que representa mais de dois milhões de reais em 2013. Atualmente o SUS oferece tratamento da doença em mais de 280 unidades hospitalares em todo o país.

Fonte: Blog da Saúde

Confirmado benefícios da enzalutamida em um tipo de câncer de próstata

185900711

O New England Journal of Medicine publicou os resultados de Fase III do estudo PREVAIL, apresentado nesta 50º ASCO por Andrew J. Armstrong, do Duke Comprehensive Cancer Center, que confirmam

Exame de toque para detecção de câncer de próstata ainda é tabu para brasileiros

O câncer de próstata é a doença mais frequente no sexo masculino, perdendo, apenas, para o câncer de pele não-melanoma. Estatísticas apontam que a cada seis homens, um é portador da doença. Quase 50% dos brasileiros nunca foram ao urologista e, até o fim de 2014, a projeção é que 12 mil morrerão vítimas da doença, em função da descoberta em estágio avançado.

Os dados foram divulgados pelo Instituto Lado a Lado pela Vida e a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), com o intuito de conscientizar a população masculina sobre a doença e diminuir a taxa de mortalidade. O SBU promove a campanha Novembro Azul, uma iniciativa que já faz parte do calendário nacional das campanhas de prevenção no Brasil. O objetivo é combater a doença e, principalmente, motivar os homens a fazer exames preventivos. A forma mais eficiente de diagnóstico ainda é o exame de toque retal.

A próstata é uma glândula do aparelho reprodutor masculino, que pesa cerca de 20 gramas, de forma e tamanho semelhantes a uma castanha. Ela está localizada abaixo da bexiga e sua principal função, juntamente com as vesículas seminais, é produzir o esperma. O câncer de próstata é mais incidente que o câncer de mama, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca). A estimativa, entre 2012 e 2013, apontou 60.180 novos casos de câncer de próstata e 52.680 de mama. De acordo com especialistas, o preconceito com o exame de toque retal ainda é forte no Brasil. Apenas 32% dos homens brasileiros declararam já ter feito o exame.

Na capital fluminense, vias expressas e monumentos fazem parte da campanha. Segundo a concessionária que administra a via expressa Linha Amarela, os colaboradores trabalharão com uma fita azul no atendimento aos usuários. Além disso, a concessionária pede que as pessoas trabalhem de azul em um dia do mês. Os corredores e computadores serão enfeitados com o tema da campanha, além da inclusão de um pop-up no site oficial da empresa.

No dia em que se comemora o Dia Mundial do Combate ao Câncer de Próstata – 17 de novembro -, o Cristo Redentor será iluminado de azul em apoio ao Novembro Azul. De acordo com a presidenta do Instituto Lado a Lado pela Vida, Marlene Oliveira, a campanha é referência na missão de orientar a população masculina a cuidar melhor da saúde e procurar o médico com mais frequência.

“Os homens são mais resistentes à ideia de ir regularmente ao médico e, por isso, acabam descobrindo a doença em estágio já avançado”, destaca Marlene Oliveira.

O público-alvo da campanha Novembro Azul são homens a partir de 40 anos e grupos que participam do processo de prevenção e cuidados, como familiares e parceiros. Mais informações estão no endereço eletrônico www.novembroazul.com.br.

Ciclismo pode aumentar risco de câncer de próstata

Um estudo feito com homens na faixa etária dos 50 anos mostrou relação entre pedalar nove horas ou mais por semana e a doença

ciclismo-2

Homens na faixa etária dos 50 anos que passam nove horas por semana fazendo exercícios em bicicleta são até cinco vezes mais propensos a serem diagnosticados com câncer de próstata,

Novo teste de câncer de próstata sem toque

Um teste barato, fácil e preciso para detectar o câncer de próstata pode estar disponível nos próximos meses. Estudos mostram que o novo teste, feito com a urina, pode ser duas vezes mais confiável que o exame de sangue existente para a detecção da doença.

O teste também informa aos médicos a gravidade do câncer. Além de salvar vidas, vai aposentar, segundo especialistas, o toque retal. É descrito como o maior avanço no diagnóstico do câncer de próstata em 25 anos.

Além de preciso, deve custar, quando chegar ao mercado, menos de R$40 por paciente, o que permitiria a realização de testes em todos os homens a partir dos 40 anos, como acontece com o câncer de mama.

O material foi desenvolvido por estudiosos da britânica Universidade de Surrey. Cientistas anunciaram ter chegado a um acordo com duas empresas, o que porá o teste em consultórios médicos ainda este ano.

O inventor do teste é o professor de oncologia médica Hardev Pandha, que acredita no potencial de poder detectar rapidamente a doença, salvando centenas de vidas a baixo custo.

Veja vídeo promocional do novo teste (em inglês)

http://www.dailymail.co.uk/health/article-2573395/The-10-prostate-test-New-cancer-check-twice-accurate-no-need-embarrassing-examination.html#v-3295398046001

Fonte: A tarde