Pediatras desejam proibir o uso de celulares por conta de danos

A SIPPS (Sociedade Italiana de Pediatria Preventiva e Social ) defende que o uso de telefones celulares deve ser proibido para crianças menores de 10 anos por causar danos à saúde.

O uso dos celulares além de provocar a perda de concentração, dificuldade de aprendizagem e agressividade “está se transformando cada vez mais em abuso” e os efeitos nocivos das ondas eletromagnéticas para a saúde “estão cada vez mais evidentes”, concluíram os pediatras italianos após estudo.

O presidente do SIPPS, Giuseppe Di Mauro, disse que ainda não se conhece “todas as consequencias ligadas ao uso dos celulares, mas uma utilização excessiva pode levar a perda de concentração e de memória”.

— Além de uma menor capacidade de aprendizagem e um aumento da agressividade e de distúrbios do sono.

Uso de tablets e smartphones antes de dormir pode causar derrame, diz estudo

A pediatra Maria Grazia Sapia, especialista em criança e ambiente, alerta que “a Itália está em primeiro lugar na Europa pelo uso de celulares por crianças e a idade média dos possuidores diminui cada vez mais”.

A médica destaca os problemas biológicos que podem ser causados com o uso excessivo dos aparelhos.

— Como são pequenos transmissores que são mantidos normalmente próximos da cabeça durante a comunicação, os efeitos nocivos para a saúde são cada vez mais evidentes, alguns ligados aos efeitos térmicos, a interação de um campo eletromagnético com um sistema biológico provoca aumento localizado da temperatura e quando as exposições são muito intensas e prolongadas podem superar o mecanismo de termorregulação matando as células com necroses dos tecidos.

Grazia destaca ainda os problemas psicológicos que podem surgir.

— Junto às outras dependências que afligem a nossa sociedade e especialmente os jovens, como drogas, álcool e tabaco, um lugar predominante foi conquistado pela dependência por celulares, com danos gravíssimos no desenvolvimento psíquico e social.

É necessário então, segundo os pediatras, que sejam adotadas medidas que proíbam “totalmente o uso antes dos 10 anos” e limitem o uso depois desta idade de celulares.

— O pediatra tem a obrigação de se atualizar sobre este tema.

Fonte: R7

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *