Os perigos das coisas enlatadas.

Comidas e bebidas podem causar danos à saúde 
Os perigos das coisas enlatadasUm novo estudo de pesquisadores da Universidade Harvard pode dar às pessoas mais razões para evitarem comidas ou bebidas enlatadas. Pessoas que usaram alimento em lata diariamente durante cinco dias tiveram níveis significativamente elevados (aumentos de mais de dez vezes) de bisfenol-A, ou BPA, uma substância que reveste a maior parte das latas.
Grande parte da pesquisa sobre BPA, um desarranjador do sistema endócrino que imita os hormônios do corpo, tem foco no uso de garrafas plásticas. A substância está ligada em alguns estudos à maior incidência de câncer, problemas cardíacos, diabetes e obesidade, e nos EUA há cada vez mais pressão para regular seu uso. A indústria de alimentos e bebidas considera que isto é um exagero.
O novo estudo, publicado esta semana no Journal of the American Medical Association, é o primeiro a medir as quantidades ingeridas quando as pessoas comem alimentos vindos diretamente de uma lata – no caso, sopa. Os aumentos de níveis de BPA que os pesquisadores registraram foram os mais altos do que em qualquer outro estudo.
“Não podemos dizer quais são as consequências, a partir de nossa pesquisa”, disse Karin Michels, professora-associada de epidemiologia na faculdade de medicina de Harvard. “Mas os níveis altos que encontramos foram surpreendentes. Nunca esperamos um aumento de mil por cento deles”.
Como parte do estudo, Michels e seus colegas recrutaram um grupo de 75 funcionários e estudantes da faculdade, que foram divididos em dois grupos e acompanhados durante duas semanas. Na primeira semana, um grupo se alimentou de uma marca comum de sopa vegetariana enlatada por cinco dias. O outro grupo comeu no mesmo período sopa de vegetais de ingredientes frescos. Depois de dois dias de “limpeza”, os grupos trocaram de papel. No final, foram coletadas amostras de urina dos grupos. Michels notou que todos os participantes comeram porções de sopa que eram menores do que as pessoas consumiriam em suas casas.
No geral, a maioria dos estudos descobriu que a média de BPA na urina de adultos típicos era de cerca de 2 microgramas por litro. Este foi aproximadamente o nível encontrado pelos pesquisadores de Harvard nas pessoas que comeram sopa feita de ingredientes frescos. Depois de comerem a sopa enlatada, seus níveis chegaram a 20 microgramas por litro, um aumento de 1.221%.
Michels ficou espantada com os resultados e afirmou que os aumentos de BPA eram provavelmente temporários, e que diminuiriam depois de dias, ou horas. “Não sabemos quais são os efeitos para a saúde destes aumentos temporários”, disse ela ao New York Times. Mas afirmou que as descobertas eram provavelmente aplicáveis a outros produtos enlatados, incluindo refrigerantes e sucos: “Os refrigerantes preocupam, porque algumas pessoas têm o hábito de consumir uma quantidade grande deles por dia”.

www.farmasupply.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *