Medicina avança contra problemas de visão

Farma Supply

Cientistas britânicos fazem camundongo cego enxergar. No Brasil, tratamentos pioneiros chegarão às clínicas este ano

Publicado por Farma Supply. Fonte: http://odia.ig.com.br/portal/cienciaesaude/medicina-avan%C3%A7a-contra-problemas-de-vis%C3%A3o-1.533163

Rio –  O ano de 2013 começou com o anúncio de grandes avanços no tratamento de doenças oftalmológicas. Cientistas britânicos conseguiram recuperar a visão de camundongos totalmente cegos com injeções nos olhos de células sensíveis à luz. E, no Brasil, inovações que chegarão às clínicas este ano permitirão aos pacientes preservarem a visão ou enxergarem melhor.

Os peritos da Universidade de Oxford injetaram células precursoras (primitivas e indiferenciadas) em camundongos sem células receptoras sensíveis à luz em suas retinas. Após duas semanas, verificaram a formação de novas retinas. “Recriamos toda a estrutura: é a primeira prova de que é possível pegar camundongo cego, enxertar nele as células e reconstruir uma camada sensível à luz”, afirmou o cientista Robert MacLaren. Pete Coffee, outro pesquisador, disse que a experiência aponta para possíveis tratamentos de humanos cegos.

Foto: Arte O Dia

Esperança para brasileiros

Entre as técnicas que vão chegar ao Brasil, estão as que melhorarão as condições de pacientes com degeneração macular, vista cansada e ceratocone, entre outros problemas, indica o oftalmologista Leôncio Queiroz Neto, do Instituto Burnier, em Campinas (SP).

Também haverá avanço para quem tem catarata, doença responsável por 48% dos casos de cegueira no Brasil: uma nova cirurgia, a laser. “Pode-se adiar o aparecimento do mal protegendo os olhos do sol e com dieta rica em antioxidantes. Mas, por estar relacionada ao envelhecimento do olho, é inevitável”, alerta Queiroz.

Para ler mais notícias sobre Novidades Médicas, clique em blog.farmasupply.com.br. Visite nosso site www.farmasupply.com.br, siga-nós também no Twitter e curta a nossa página no Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *