Em tratamento com canabidiol há dois meses, convulsões de criança iguaçuense diminuíram 90%

Em tratamento com canabidiol há dois meses, convulsões de criança iguaçuense diminuíram 90%

A criança iguaçuense já tem experimentado dos resultados do tratamento com o remédio derivado da maconha. Atualmente com 12 anos, o menino nasceu com epilepsia refratária, um distúrbio neurológico que causa várias convulsões ao longo do dia. Ele é a primeira pessoa a ser tratar com a substância em Foz do Iguaçu.

A comercialização do canabidiol não é permitida no Brasil, mas foi possível graças à decisão favorável da Justiça. A prescrição e importação por pessoa física foi autorizada pela Anvisa em março deste ano, desde que exclusivamente para uso próprio e para tratamento de saúde.

De acordo com o advogado da família, Diogo Oliveira Perisooli, desde que o menino começou a tomar o medicamento, há cerca de dois meses, as crises diminuíram em até 90%.

A decisão judicial exige que o Governo do Estado compre o medicamento por um ano. Após isso, a família vai tentar a prorrogação do prazo.

Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *