Category Archives: Canabidiol

Em tratamento com canabidiol há dois meses, convulsões de criança iguaçuense diminuíram 90%

Em tratamento com canabidiol há dois meses, convulsões de criança iguaçuense diminuíram 90%

A criança iguaçuense já tem experimentado dos resultados do tratamento com o remédio derivado da maconha. Atualmente com 12 anos, o menino nasceu com epilepsia refratária, um distúrbio neurológico que causa várias convulsões ao longo do dia. Ele é a primeira pessoa a ser tratar com a substância em Foz do Iguaçu.

União e governo paranaense terão que fornecer canabidiol a criança com epilepsia

União e governo paranaense terão que fornecer canabidiol a criança com epilepsia

A União e o estado do Paraná vão ter que fornecer para uma criança de 12 anos de Foz do Iguaçu (região Oeste do estado) um medicamento produzido a base de canabidiol, substância derivada da maconha. Na última semana, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) manteve liminar que determinou o custeio de um frasco do remédio por dia pelos réus, sob pena de multa diária de R$ 1 mil, valor próximo ao preço estimado do produto.

Anvisa já liberou mais de 1.600 pedidos de Canabidiol

Anvisa já liberou mais de 1.600 pedidos de Canabidio

Quem precisa importar medicamentos à base de Canabidiol no Brasil espera, em média, 13 dias para obter uma autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), órgão responsável por liberar os pedidos. Desde 2014, a Anvisa recebeu 1759 processos, dos quais 1622 já foram autorizados. Alguns aguardam análise ou adequações no processo para a liberação.

Justiça obriga Estado a fornecer canabidiol para paciente que sofre de epilepsia

canabidiol

A 3ª Câmara de Direito Público do TJ confirmou decisão da comarca de Chapecó e determinou que o Estado forneça, em 30 dias, o medicamento a base de canabidiol para uma paciente portadora da síndrome de Lennose-Gastaut (epilepsia refratária). O acórdão estabeleceu, ainda, o sequestro de valores em caso de descumprimento da medida.

Liminar obriga Susam a fornecer remédio à base de canabidiol para menino de 9 anos

Decisão beneficia criança com paralisia cerebral e epilepsia

Liminar obriga Susam a fornecer remédio à base de canabidiol para menino de 9 anos

O juiz Márcio Rothier Pinheiro Torres, da 4ª Vara da Fazenda Pública Estadual do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM), determinou o fornecimento gratuito do medicamento à base de canabidiol (um dos derivados da maconha) pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam) a uma menino, de 9 anos, com quadro de paralisia cerebral e epilepsia. A concessão da liminar foi publicada no Diário Oficial do órgão, no dia 25 de abril.

Anvisa autoriza prescrição de remédios com canabidiol e THC no país

Resolução que tira substâncias da lista de proibições foi publicada nesta segunda

Anvisa autoriza prescrição de remédios com canabidiol e THC no país

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a prescrição e a importação de medicamentos e produtos com canabidiol e/ou tetrahidrocanabidiol (THC), substâncias encontrada na maconha e muito utilizadas em remédios que inibem convulsões. A autorização foi divulgada por meio da Resolução 66 da Anvisa, publicada nesta segunda-feira no Diário Oficial da União.

Na prática, a partir de agora o THC também passa a ser regulamentado, antes o componente só era permitido de maneira secundária, ou seja, quando estava presente em algum medicamento com composição permitida.

Criança com 30 convulsões ao dia tem 5 crises em 60 dias após canabidiol

Com o Canabidiol menina passou de 30 convulsões ao dia para 5 crises em 60 dias

Há dois meses Raquel Daniele Ferreira, de seis anos, utiliza um medicamento à base de canabidiol como tratamento da Síndrome de West. A menina mora com a família em Jupi, no Agreste de Pernambuco, e já chegou a ter 137 convulsões em 12 dias e 30 espasmos em 24 horas. Mas, após o uso do remédio, ela teve cinco crises em dois meses. “Saber que existia uma medicação que poderia trazer o alívio à minha filha foi a maior alegria que eu tive”, diz a autônoma Ivanise Ferreira, mãe da menina.

Ministério da Fazenda retira impostos de medicamentos importados por pessoas físicas

Entrega poderá ser feita a domicílio, sem recolhimento dos tributos, desde cumpridas regras da Anvisa

Ministério da Fazenda retira impostos de medicamentos importados por pessoas físicas

A Receita Federal facilitou a importação de medicamentos destinados a pessoas físicas, como o canabidiol, utilizado para reduzir a frequência e a intensidade de convulsões em pacientes com epilepsia refratária. Uma portaria publicada nesta segunda-feira no Diário Oficial da União permite que esses remédios comprados no exterior por meio de encomenda aérea e entregues por courrier sejam isentos de impostos.

Após tomar canabidiol, menina que tinha crises convulsivas volta à escola

Com o medicamento, Mariana Vargas Bascyzn não tem convulsões há dias. Família lutou na Justiça para garantir direito de receber o remédio.

Após tomar canabidiol, menina que tinha crises convulsivas volta à escola A família de uma menina de nove anos que ganhou na Justiça o direito de receber um remédio de uso restrito comemora as mudanças na rotina através do uso do medicamento. Diagnosticada com Síndrome do Córtex Duplo, Mariana Vargas Bascyzn está tomando canabidiol, substância extraída da maconha, e já consegue até ir à escola.

Anvisa facilita importação de medicamento com derivado da maconha

Agência deixará de exigir nova autorização para cada importação, exigindo apenas um cadastro com renovação anual; hoje, famílias têm de apresentar um requerimento a cada pedido

16122014094218

Entenda a liberação do uso de Canabidiol

Desde o dia 14 de janeiro o Canabidiol (ou CBD), uma das substâncias presentes na maconha, foi retirado da lista F2, composta por substâncias psicotrópicas de uso proscrito (proibido) no Brasil, para integrara a C1, que reúne substâncias sujeitas a controle especial, ou seja, que podem ser prescritas pelo médico por meio de receita em duas vias.

4colcanabidiol-maconha-legal

A decisão foi tomada com base em um relatório produzido pela coordenadoria de produtos controlados da agência, que concluiu que o canabidiol não possui o efeito psicoativo do THC. Por essa razão, sua manutenção na lista F2 seria incorreta.

Liberação do canabidiol pode aumentar nº de processos na Justiça

Para advogada, Código do Consumidor poderá ser usado para cobrar palnos de saúde; SUS deverá ser acionado pelo alto custo

3b82a611a5cc4ba2af8a2627108d19d7-noticias-noticias-cachoeira-do-sul-cachoeira-do-sul-noticias-portal-de-noticias-cachoeira-do-sul-portal-cachoeira-do-sul

A retirada do canabidiol da lista de substâncias proibidas no Brasil poderá levar a uma enxurrada de ações judiciais de pacientes, exigindo que convênios médicos e o Sistema Único de Saúde (SUS) paguem pela importação do produto. Essa análise de advogados especializados em diretio à saúde ouvidos pelo Estado.

Anvisa decide retirar o canabidiol da lista de substâncias de uso proibido

Obtenção de medicamentos com a substância será facilitada no país. Substância química é encontrada na maconha e tem utilidade terapêutica.

Anvisa retira canabidiol da lista de substâncias proibidas

 

 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu nesta quarta-feira (14) retirar o canabidiol da lista de substâncias de uso proscrito.

Anvisa faz reunião que pode excluir medicamento à base de maconha da lista de substâncias proibidas

Órgão já simplificou os trâmites para a importação de produtos à base de canabidiol

2014-713111492-2014051194924.jpg_20140511

 

 Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) retoma nesta semana o debate que pode excluir o canabidiol — medicamento feito a partir da maconha — da lista de substâncias proibidas e reclassificá-lo como medicamento. A reunião da diretoria colegiada está marcada para a próxima quarta-feira (14).

Após 4 meses, mãe recebe remédio à base de maconha para tratar o filho

Liminar obrigou o governo de Goiás a fornecer o Canabidiol para a criança. Medicamento será usado por Pedro Henrique, 6, que tem paralisia cerebral.

2014-08-18-2696392canabidiol-thumb

Depois de quatro meses de espera, a assistente administrativa Patrícia Moreira dos Santos Pinho recebeu o medicamento Canabidiol (CDB), derivado da maconha, para tratamento do filho, de 6 anos, que tem paralisia cerebral e só se alimenta por sonda. Ela conseguiu que o governo de Goiás pagasse o remédio por meio de uma liminar na Justiça. O produto não é liberado para venda no Brasil, mas a mãe tem autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).  “É uma dose pequena, mas que pode restaurar a vida do meu filho completamente”, acredita.

CFM publica resolução que libera uso do canabidiol

Substância só poderá ser aplicada no tratamento de epilepsias da criança e do adolescente refratários aos tratamentos convencionais

644656bad24cf85a36674639fe45ef7f-noticias-noticias-cachoeira-do-sul-cachoeira-do-sul-noticias-portal-de-noticias-cachoeira-do-sul-portal-cachoeira-do-sul

O Conselho Federal de Medicina (CFM) publicou nesta terça-feira (16) no Diário Oficial da União resolução que aprova o uso do canabidiol para o tratamento de epilepsias da criança e do adolescente que não conseguem obter sucesso em tratamentos convencionais. A medida já havia sido anunciada pelo órgão na última quinta-feira.

A resolução restringe a prescrição compassiva do canabidiol às especialidades de neurologia e suas áreas de atuação, neurocirurgia e psiquiatria. Todos os profissionais deverão ser cadastrados no CRM/CFM, assim como os pacientes, que terão monitoramento de segurança e efeitos colaterais.

Ao requisitar o tratamento, os pacientes e seus responsáveis legais deverão ser esclarecidos sobre os riscos e benefícios potenciais do tratamento por Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE). Eles devem preencher os critérios de indicação e contraindicação para inclusão no uso compassivo e doses adequadas a serem utilizadas.

A resolução proíbe expressamente o uso da cannabis in natura para uso medicinal, assim como quaisquer outros derivados que não o canabidiol. O grau de pureza da substância será determinado pela Anvisa.

A norma será revista daqui a dois anos, quando serão avaliados os primeiros resultados e a literatura científica produzida deste então.

Fonte: O Globo

 

Médicos poderão prescrever substância derivada da maconha em todo o Brasil

Resolução do CFM (Conselho Federal de Medicina) libera prescrição do canabidiol no País

canabidiol-maconha-legal

Os médicos de todo o Brasil serão autorizados a prescrever o canabidiol, uma das substâncias derivadas da maconha,